quinta-feira , 2 dezembro 2021

ENCONTRO POPULAR COM AÉCIO NEVES, MARCIO BITTAR E GLADSON CAMELI EM RIO BRANCO NO ACRE

a nevesO candidato à presidência da República, Aécio Neves (PSDB), prestigiou na noite deste sábado, 9, a abertura oficial da campanha da Coligação o Por um Acre Melhor, encabeçada pelo candidato a governador Marcio Bittar (PSDB), e pelo candidato ao Senado, Gladson Cameli (PP), ocorrida num evento que reuniu uma multidão na confluência de cinco bocas de ruas mais famosas de Rio Branco, no bairro João Eduardo.
O evento, parecido com os antigos comícios, “era a gasolina que faltava para a campanha pegar fogo duma vez por todas”, segundo avaliou o senador Sérgio Petecão (PSD), primeiro dos quatro oradores da noite e apoiador das candidaturas de Marcio Bittar e Gladson Cameli e Aécio Neves. A empolgação dele teve base na multidão que tomou as Cinco Bocas, embaladas pelo convite da Coligação Por um Acre Melhor.
Até iniciarem as falas no palco, os candidatos ao governo, Marcio Bittar, e ao Senado, Gladson Cameli, tiveram uma tarde de intensas atividades, todas relacionadas ao evento. Num comboio eles foram receber o candidato a presidente Aécio Neves no aeroporto, onde ele foi recepcionado, também, por centenas de militantes que deram gritos de ordem empunhando bandeiras do 45. Na chegada ao local do ato político, Aécio atendeu a um batalhão de jornalistas, falou sobre seus projetos para governar o Brasil, numa coletiva, e depois subiu ao palanque para discursar diante dum público numeroso que só parou de ovaciona-lo quando ele iniciou o discurso.
Aécio Neves iniciou sua fala por um assunto que o acreano tem interesse: a construção da ponte sobre o rio Madeira. “Ano que vem vamos iniciar essa obra”, garantiu, sob intensos aplausos. Disse, também, que “não há nada mais antiambiental e antiecológico do que a miséria. Nós temos que preservar este nosso bioma extraordinário que é a Amazônia por meio de investimento em pesquisas e tecnologias”, assegurou, entre outros temas igualmente importantes.
Outro assunto de relevância para a sociedade acreana sobre o qual Aécio Neves falou diz respeito a integração econômica do Acre com os mercados de regiões vizinhas, como a do Peru. “É importante criarmos o eixo que permita a integração desta região, a partir de Cruzeiro do Sul, com o Peru”, declarou.
Aécio criticou o desleixo do atual governo com obras públicas e garantiu que “as regiões Norte e Nordeste serão as prioritárias para os investimentos em infraestrutura que possibilitem maior competitividade às atividades econômicas”, durante seu governo.
Disse, também, que o PT é seu freguês em Minas Gerais e que deseja sair do confronto com a atual presidente, Dilma Rousssef (PT), como sempre saiu com seus adversários em Minas Gerais, vencedor.
Animado com a resposta dada pelo candidato Aécio Neves aos anseios do povo acreano, o candidato a governador, Marcio Bittar, considerou o ato “extraordinário”. Antes, em seu discurso, Bittar lembrou os sacrifícios do povo acreano em nome da nação, mostrando a seu candidato a presidente que “chegou a hora de o Brasil reconhecer esse sacrifício do povo do Acre”. E acrescentou: “e será você, Aécio, o presidente a comandar esse processo, inserindo o nosso estado nas prioridades nacionais”.
“A campanha está iniciada e agora pegou fogo de vez, vamos ganhar as ruas e em outubro as eleições”, disse Marcio Bittar, depois de ouvir elogios de Aécio Neves, antes de seu embarque: “Tenho andando pelo Brasil inteiro, mas não tinha encontrado uma oposição tão unida, nem um evento tão organizado”.
Assessoria

Deixe uma resposta