segunda-feira , 29 maio 2017

PREFEITURA DO BUJARI CAPACITA MAIS DE 600 EM CURSOS PROFISSIONALIZANTES DESDE 2013

DSC_0338

 A Prefeitura do Bujari, através da secretaria municipal de Assistência Social, capacitou 620 pessoas em cursos profissionalizantes, somente na gestão do prefeito Tonheiro. As capacitações, oferecidas em diferentes áreas por meio do programa de Promoção ao Mundo do Trabalho – ACESSUAS e do PRONATEC, foram possibilitadas pelas parcerias com o SENAC, SENAR, Instituto Dom Moacir, SENAI, Instituto Sócio-Educativo – ISE, e Instituto Federal do Acre – IFAC.

Os cursos mais procurados, segundo dados divulgados em relatório da secretaria de Assistência Social, foram os de Informática e de Auxiliar de Recursos Humanos, entre as 25 capacitações oferecidas de 2013 até o final do primeiro semestre de 2015. No primeiro ano as parcerias formaram 165 profissionais, em 2014 foram 265, e neste ano 106 pessoas já foram capacitadas.

Para a secretária de Assistência Social do Bujari, Natalina Lima, a qualificação profissional é uma ferramenta utilizada pela Prefeitura para proporcionar a oportunidade de ingresso no mercado de trabalho às pessoas menos favorecidas. “Estamos capacitando centenas de pessoas, que agora estão tendo acesso ao mercado de trabalho e tendo até mesmo a oportunidade de montar seu próprio negócio”, disse.

O prefeito Tonheiro exaltou as parcerias firmadas, pela atenção dada a Bujari no que diz respeito às oportunidades oferecidas à população através dos cursos, ressaltando que, dessa forma, o mercado de trabalho de torna mais competitivo. “Devido ao elevado número de pessoas capacitadas e preparadas a ocupar os cargos relativos aos cursos que foram lecionados, estamos proporcionando melhor qualidade de vida à nossa gente”, afirmou.

Para o estudante Lucas Dantas, 19 anos, que se capacitou em Informática Básica em curso oferecido pela parceria com o Senac, a profissionalização foi uma oportunidade de crescimento, que ele levará para carreira. “Tive a chance de aprofundar os conhecimentos que eu já tinha, e sei que um dia isso vai ser útil na minha vida profissional e nos meus projetos”, afirmou o estudante.

Joabes Guedes – Assessoria/Bujari

 

Deixe uma resposta