terça-feira , 26 setembro 2017

Estudantes participam de Semana de Zootecnia em Sena Madureira

unnamed

Evento contou com realização de palestras, minicursos e roda de conversa

Estudantes do Instituto Federal do Acre (IFAC), do campus Sena Madureira participam, até sexta-feira (12.05), da I Semana de Zootecnia. O evento, que foi organizado por docentes e alunos da instituição, já contou com a realização de minicursos, palestras e roda de conversa. O curso de Bacharelado em Zootecnia do IFAC é o único do Acre e recentemente recebeu conceito 4, em avaliação realizada pelo Ministério da Educação (MEC).

A abertura do evento, que aconteceu na última quarta-feira (10.05), contou com a participação de estudantes, técnicos e docentes do campus, como também da reitora do IFAC, Rosana Cavalcante dos Santos, vice-prefeito de Sena Madureira, Gilberto Lira, e secretário Municipal de Educação, Altermir Lira de Almeida. Ainda durante a cerimônia, os alunos da primeira turma de Zootecnia foram homenageados.

Para a reitora do IFAC, a realização da I Semana de Zootecnia do campus Sena Madureira é reflexo do trabalho realizado na instituição, como também da dedicação dos estudantes.

“É muito emocionante participar deste evento. Sabemos as dificuldades que o campus Sena Madureira enfrentou desde o início, mas hoje a unidade tem sido referência em educação e qualidade no ensino. Quero parabenizar, em especial, os alunos da primeira turma, que no próximo ano serão os primeiros zootecnistas formados no Estado do Acre, e reforçar a todos os estudantes que continuem o curso, pois este dará grandes oportunidades junto ao mercado de trabalho”.

Coordenadora do curso de Zootecnia em Sena Madureira, Dayana Alves da Costa, destacou o empenho dos estudantes na organização do evento. “Participei de todo o processo para organização da I Semana de Zootecnia e quero frisar o empenho dos estudantes. Foram eles os protagonistas de todo o evento, com apoio de professores e parceiros da instituição. Conseguimos envolver todos os acadêmicos e mostrar para a comunidade a importância da instituição e também destes futuros profissionais”.

Representando a diretora do campus Sena Madureira, Italva Miranda da Silva, o coordenador de Pesquisa, Inovação e Extensão, Marcelo Helder Medeiros Santana, destacou a importância da participação dos estudantes, como também a integração de todos para desenvolvimento das atividades. “São os estudantes os principais atores desta I Semana de Zootecnia”.

Professor do campus Sena Madureira, Edvar de Sousa da Silva ressaltou o exemplo dos alunos de Zootecnia para os demais estudantes da instituição. Segundo ele, o empenho dos organizadores, fez com que os demais cursos tivessem interesse em realizar eventos semelhantes. “O grande diferencial deste evento foi o envolvimento dos alunos. Todos se empenharam muito, incluindo os do curso professores. Toda essa mobilização mexeu, tanto com o campus, como também com a própria cidade”.

Estudante do 4ª período de Zootecnia, Janaina Silva de Souza integrou a equipe de organização do evento e ressaltou a importância das atividades para o futuro profissional dos alunos. Segundo ela, as palestras e minicursos realizados vão contribuir para que os jovens tenham conhecimento sobre as áreas em que poderão atuar no mercado de trabalho.

“A Semana foi muito importante tanto para os estudantes que estão concluindo o curso, como também para aqueles que acabaram de ingressar na instituição. Com o tema “Zootecnia no Acre”, conseguimos abordar assuntos que mostram a importância da formação para a região”, reforçou Janaina Silva.

Maria Marilene Rufino de Oliveira Lima, que já é técnica em Agroecologia pelo IFAC, é uma das estudantes da primeira turma de Bacharelado em Zootecnia, do campus Sena Madureira. De acordo com ela, por sempre gostar da área de agrárias, o curso foi “amor a primeira vista”. “Espero que ao concluir o curso consiga emprego na área. Além disso, o fato de ser bolsista de iniciação científica junto ao IFAC também aumenta meu interesse em dar continuidade aos estudos, fazendo mestrado e doutorado na área”.

Deixe uma resposta