sexta-feira , 15 dezembro 2017

Construção do Memorial de Padre Paolino começa ano que vem. Prefeito autoriza construção da obra.

m1O prefeito Mazinho Serafim (PMDB) assinou o termo de cessão que libera para o próximo ano, a construção do Memorial Padre Paulino Baldassari em Sena Madureira, onde será construído uma das maiores obras em memoria póstuma a um grande homem que em vida sempre dedicou a pobreza e aos mais humildes, onde o local a ser executado a construção, será na quadra da praça da igreja matriz Nossa Senhora da Conceição.

A emenda destinada à Prefeitura de Sena Madureira para a execução da obra é do deputado Federal Major Rocha (PSDB/AC), no valor de R$ 600 mil reais, junto ao Ministério da Defesa no programa Calha Norte.

De acordo com o prefeito Mazinho Serafim, o investimento de R$ 600 mil reais eterniza a memória do Padre Paulino, que tanto lutou pelo povo de Sena. Além disso, o local que armazenará a história de Baldassari será um centro de referência turístico e cultural para o município.

“Esses R$ 600 mil reais serão destinados à construção de um memorial chamado ‘Casa da Cultura Padre Paulino’. Um local que vai juntar toda história do Padre Paulino e da Igreja Católica, onde será colocado os móveis que ele usou nos últimos anos e seus objetos pessoais”, comentou Mazinho.

Além disso, Serafim comentou que: “O local será um centro de referência turístico e cultural para o município de Sena Madureira. A prefeitura abraçou a causa para apoiar a Paróquia Nossa Senhora da Conceição e aceitou a emenda do deputado Rocha, para a construção desse centro”.

m2Na sala de reuniões da prefeitura, Mazinho assinou o termo de cessão de uso do terreno da Igreja Católica para que a prefeitura possa realizar a intervenção. No ato estiveram presentes o Frei Moisés de Oliveira (representando o Bispo Dom Joaquim e a Igreja Católica), o secretário municipal de Planejamento Cirleudo Alencar e testemunhas.

memorial3O Secretário de Planejamento Cirleudo Alencar destacou a preocupação e a determinação do prefeito Mazinho em planejar junto com sua equipe, um memorial modelo para o estado do Acre, o qual após sua construção, será um dos mais belos do estado e se duvidar da capital Acreana, onde trará para Sena mais turistas e visitantes, que vira para Sena Madureira, prestarem suas homenagens a este grande padre, que para a cidade se transformou em Santo Paolino. Destacou

As obras devem ser iniciadas no ano de 2018, a localização do centro será nas proximidades da Igreja Católica Nossa Senhora da Conceição.

Padre Paulino Baldassari

m6Padre Paulino era considerado um dos maiores líderes e símbolos religiosos no município. Da Ordem dos Servos de Maria, da paróquia de Sena Madureira, o padre faleceu no dia 8 de abril do ano de 2016, aos 90 anos de idade. O líder deixa um legado de amor, humildade e santidade, além de um vasto histórico pautado na supremacia das santas missões populares.

Italiano de nascença, acreano de coração, sena-madureirense por escolha, padre Paolino Baldassari estendeu sua liderança para além das fronteiras espirituais e defendeu em vida, e com muita garra, a floresta amazônica.

m4Conhecido como o médico da floresta, durante anos dedicou-se a atender inúmeras pessoas que se enfileiravam para consultar-se com o religioso, que na verdade não era médico, mas denominava-se um prático da medicina. Ele aprendeu no cotidiano, por meio de livros, contatos com seringueiros, índios, e com a comunidade em que vive, diversas receitas de cura.

No Acre há mais de 50 anos, padre Paolino penetrou fundo nos seringais, tornando-se aliado preferencial das famílias seringueiras, na alegria e na dor.

Construiu mais de 40 escolas na floresta, em locais onde o poder público tinha dificuldades de chegar, e encampou a luta dos seringueiros contra o desmatamento e pela permanência em suas colocações. Sofreu 82 malárias, por isso dedicou-se a conhecer os medicamentos conhecidos por índios e seringueiros a partir de plantas da floresta.

Texto: Douglas Richer Queiroz – Assessoria / Acpurus

Fotos: Douglas Richer, Altino Machado / Planejamento e Jornal A Tribuna

 

 

Deixe uma resposta