sábado , 26 maio 2018

Operação Impactus – Infância Protegida prende mais de 40 pessoas

OP Infancia Protegida (Copy)Mais de 30 mandados de prisão, sete de internação provisória e um de busca e apreensão foram cumpridos desde a última segunda-feira, 19, em Rio Branco, resultado de operação Impactus – Infância Protegida, em Rio Branco. O trabalho da Polícia Civil foi executado de forma integrada pelas Delegacias Especializadas em Atendimento à Mulher (Deam), de Proteção à Criança e Adolescente (DEPCA) e Núcleo de Capturas (Necapc).

Durante apresentação de resultados na quarta-feira, 21, a delegada responsável pela DEPCA, Elenice Frez, destacou que após um período de investigação, a Polícia Civil fez as buscas dos suspeitos de práticas criminosas durante três madrugadas em diversos bairros da capital. “Tivemos o envolvimento de mais de 20 policiais diretamente, entre delegados, escrivães e agentes”, informou.

Ainda de acordo com a polícia, as internações provisórias de menores se referem aos atos infracionais de latrocínio e homicídio tentado e consumado. Já as prisões dos maiores estão relacionadas aos crimes contra a dignidade sexual de crianças e adolescentes, estupro e violência doméstica.

Conforme a Polícia Civil, o apoio familiar é essencial para as investigações, quando há casos de comprovação de abuso, por exemplo. Portanto, é necessário que os pais ou responsáveis estejam atentos a todos os relatos de crianças e adolescentes e procurem a delegacia em caso de suspeita de crimes em desfavor de menores. O Disk Denúncia 181 também pode ser acionado para repassar qualquer tipo de pistas ou informações de criminosos, sob total anonimato.

O secretário de Estado de Segurança Pública Emylson Farias afirmou: “A polícia continua fazendo o enfrentamento firme ao crime, quer seja na capital, quer seja no interior. O Estado tem buscado fazer o trabalho preventivo e tem agido na repressão qualificada, e esse trabalho já tem se refletido na redução dos números da violência, principalmente de homicídios”.

 

Deixe uma resposta