quarta-feira , 14 novembro 2018

Colono morre após choque térmico nas águas do Purus.

O corpo do colono Nazildo Silva de Oliveira, de 36 anos de idade, que foi encontrado por uma equipe do Corpo de Bombeiros a 16 dias atrás nas águas do rio Purus no seringal Santo Apolônio próximo ao município de Sena Madureira, a primeira hipnose era que o mesmo teria falecido em decorrência de ter ido olhar um problema no mergulhão (bomba d’ Água), que usava para abastecer usa casa com a as águas do rio, ou então o mesmo teria tido um problema em sua pressão e ter desmaiado.

Todas estas hipóteses foram descartadas após laudo da pericia técnica do Instituto Médico Legal, que comprovou que a causa da morte do colono, foi na verdade um choque térmico que fez com que todos os seus órgãos paralisassem de uma vez por completo, ocasionando sua morte instantânea após cair no rio.

Segundo familiares Nazildo Silva tinha passado o dia todo na casa de farinha torrando a mesma e pegando um calor muito forte, em todo seu corpo, devido a chapa que torra a farinha ser muito quente, já no final da tarde o mesmo saiu da casa de farinha e disse que iria tomar banho, onde alguns familiares disseram para o mesmo esperar esfriar o corpo, mas não teve jeito, Nazildo caiu no rio assim mesmo e não retornou mais, onde foi encontrado sem vida pelo Corpo de Bombeiros do município de Sena Madureira, e o sepultamento do mesmo ocorreu em sua comunidade.

Deixe uma resposta