quarta-feira , 14 novembro 2018

Professor pede ajuda para encontrar sua moto que foi roubada em assalto a mão armada.

eliudo 1 (Copy)O professor Eliudo Paiva que trabalha na escola Hermínio de Melo em frente à Delegacia Geral de Polícia, foi vítima de um assalto a mão armada na entrada da cidade, mais precisamente ao atravessar a ponte metálica José Nogueira Sobrinho, o qual o mesmo foi abordado por dois infratores encapuzados, que de posse de escopetas renderam a vítima e levaram sua motocicleta, Fan 160 de Placas NXR 7555, cor laranja, um aparelho celular e 400 reais em dinheiro.

Um assalto à mão armada foi registrado no último sábado nas proximidades da ponte metálica José Nogueira Sobrinho, em Sena Madureira. Dois infratores que estavam de campana abordaram o professor Eliudo Paiva no exato momento em que o mesmo trafegava em sua motocicleta.

Encapuzados e de posse de escopetas, eles dominaram a situação e ainda chegaram a espancar a vítima na cabeça, na mão e em outras partes do corpo. Findaram levando sua motocicleta Fan 160, de Placas NXR 7555, cor laranja, 400 reais em dinheiro e um aparelho celular.

eliudo 3 (Copy)Segundo o professor estava indo para casa de parentes e ao chegar próximo a ponte que liga Sena Madureira, diminuiu a velocidade da motocicleta, foi onde os assaltantes derrubaram o mesmo e colocaram a arma em sua cabeça e ainda bateram no professor antes de levarem a sua moto que ele ainda está pagando as parcelas de sua condução que o leva para o trabalho.

O assalto aconteceu no final de semana, onde o professor ainda está se recuperando e ao mesmo tempo pede as pessoas que virem uma moto Fan 160, de Placas NXR 7555, cor laranja comunicar ao 190 da Policia Militar, ou então para o mesmo na escola Hermínio de Melo onde ele trabalha.

Até o momento a Polícia ainda não conseguiu localizar os assaltantes para poder encontrar a motocicleta, mas segundo informações que chegaram na manhã de hoje na nossa redação, e que a PM já tem algumas informações dos acusados onde o caso por enquanto está em segredo para não espantar os infratores

Deixe uma resposta