quarta-feira , 14 novembro 2018

Morador de rua Paulistinha morre após ingerir gasolina. A causa da morte pode ser criminosa

ppFoi sepultado na quinta-feira (08),  em Sena Madureira no Cemitério São João Batista, o morador de rua Leonardo Almeida de Souza 46 anos de idade, natural de São Paulo capital, mas que na cidade era conhecido como Paulistinha, onde vivia pela feira dos colonos. Paulistinha como era chamado, tinha um problema muito sério de alcoolismo, o qual o mesmo ano passado buscou sua cura na Fazenda da Esperança, e ficou alguns meses sem beber e ainda tentou uma nova vida longe da bebida, mas caiu novamente no mundo do álcool.

Segundo informações, Paulistinha estava em um dos bares da feira onde passava a maior parte do tempo de sua vida na quarta-feira desta semana, e ao ingerir um gole de bebida, a mesma estava misturada com gasolina, não demorou muito tempo para que ele começasse a passar mal e foi levado para o hospital local, mas não resistiu e foi a óbito.

A polícia está investigando o caso, pois a rumores na cidade de que tenha sido proposital a sua morte, e que alguém tenha colocado gasolina em sua bebida, mas quem poderá dizer isto é o laudo pericial. Apesar de ser alcoólatra o mesmo não mexia com ninguém e era muito conhecido na cidade.

Conheça a história do Paulistinha

Paulistinha 1 (Copy)Leonardo Almeida de Souza veio para o município de Sena Madureira após algumas decepções em sua vida, onde ele decidiu andar pelo o mundo e caiu no alcoolismo. Sem parente e aderente, ao chegar no município de Sena Madureira, no início dormia detrás do palco oficial e depois ficou pela feira dos colonos, praça e em outros lugares, onde se alimentava de doações.

Apesar das condições do mesmo, a comunidade sabia que ele era uma pessoa esclarecida e informadas, foi aí então que os senamadureirenses começaram a buscar por informações sobre Leonardo o Paulistinha. A comunidade descobriu, que ele era músico e compositor, onde tinha uma banda em São Paulo e fazia vários shows na capital Paulista e região.

Em Sena Madureira pelo o seu nome verdadeiro ninguém o conhecia, o qual ficava difícil de chegar até o mesmo, mas quando se fala em Paulistinha todos sabiam onde o encontrava, na feira ou na praça central.

No mês de outubro do ano passado a um ano atrás a sua vida mudou da água para o vinho, pois com sua saúde debilitada e decisão própria, Paulistinha procurou ajuda para se recuperar do vício do álcool na Fazenda da Esperança do município.  Ao conversar com o coordenador Reduan Kalil na época, o mesmo vendo as condições que se encontrava Leonardo abraçou a causa e o levou para passar pelo tratamento de desintoxicação.

A nossa equipe fez um vídeo com ele na Fazenda da Esperança onde estava bastante esperançoso por uma vida melhor. Paulistinha apesar dos poucos dias que ele está no local, a mudança já era visível, e segundo o mesmo, graças a Deus encontrou uma mão divina, pois a bebida estava lhe matando e agora deste que tinha ido para a Fazenda da Esperança, já conseguia se alimentar. Uma das últimas conversas com a nossa produção, ele falou que já tinha planos para o futuro, e com a ajuda de Deus, seria um novo homem. Pois já pensava em gravar um CD e não quero mais saber da bebida, onde assim iria retornar para os laços familiares, o qual tinha dois filhos que se preocupavam com ele, e segundo o mesmo já tinha decepcionado demais seus familiares, e que agora era a hora da recompensa para os mesmos”. Falou. Este sonho não chegou a ser concretizado, pois o vício o levou antes de ir para a sua família que mora em São Paulo.

Confira o vídeo que fizemos na época em que ele estava na Fazenda da Esperança em Sena Madureira Acre.

https://www.youtube.com/watch?v=2tBslF3CSM8

Deixe uma resposta