segunda-feira , 23 setembro 2019

Cadáver de homem assassinado no ramal dos terçados é localizado pela equipe de investigação da Policia Civil de Sena

assassino2Policiais civis da delegacia de Sena Madureira concluíram nesta sexta-feira (23), a primeira parte da investigação da morte de um homem identificado como José Francisco Oliveira de Araújo, com idade não divulgada. O corpo havia sido enterrado numa cova rasa, há cerca de 45 dias, no conhecido ramal dos terçados, zona rural de Sena. O delegado Marcos Frank, que coordena às investigações do caso, procura agora a família da vítima. Até o momento os criminosos não foram encontrados.

Marcos Frank informou que as pernas da vítima estavam separadas do corpo e havia um corte visível na garganta e que o assassinato ocorreu há mais ou menos 45 dias. Com a utilização de ferramentas, foi possível tirar o que resta da vítima.

“O corpo permanece no IML da capital, estou procurando a família dele. O que sabemos até agora é que a mãe chama-se Francisca da Cruz Oliveira de Araújo, mas não temos o endereço dela e os restos mortais permanecem no IML”, pontuou. Pelas imagens divulgadas pela polícia civil, é possível observar que o homem tinha uma tatuagem em uma das pernas.

assassino1O delegado acrescentou ainda que o corpo foi localizado na quinta-feira, dia 22, evidentemente em estado de composição, no conhecido ramal dos terçados com acesso pelo ramal Joaquim de Matos, na BR-364 quilômetro 38, sentido Sena Madureira a Rio Branco.

*Investigações*

Pouco se sabe sobre o crime brutal. Na região impera a lei do silêncio. No entanto, às investigações conseguiram chegar ao local em meio a vegetação onde o cadáver foi ocultado, após o assassinato.

“O que tá apurado é somente que houve uma festa na localidade e a vítima, José Francisco, teria se desentendido e entrou em vias de fato com pessoas que não foram identificadas”, adiantou o investigador.

Por Aldejane Pinto

Deixe uma resposta