terça-feira , 2 março 2021

Água já atinge coração de Sena Madureira: Rio Iaco mantém enchente e registra segunda maior cheia de sua história

Por Aldejane Pinto

152333519_3637937769621044_9136130488906347806_oNa manhã desta quinta-feira (18), a coordenadoria de defesa civil atualizou o nível do rio Iaco em Sena Madureira. De acordo com o órgão, o manancial registrou uma cheia de 33 centímetros nas últimas 24 horas, e nesta quinta mede 17 metros e 43 centímetros de profundidade.

O Rio Purus também continuou a subir, chegando a 13 metros e 42 centímetros na região de Manoel Urbano.

Com isso, a enchente atingiu ainda mais o centro de Sena Madureira, obrigando o fechamento da principal avenida de acesso a praça 25 de setembro, a avenida Avelino Chaves. Nesse momento, apenas a rua padre Egídio se encontra liberada para o trânsito em mão dupla, na região central do município.

Para se ter uma ideia, a água da represa já tomou o trecho da rua Siqueira Campos, em frente ao hotel Gregórios e rádio Dimensão FM. Outro trecho inundado é na Avelino Chaves, próximo a Câmara de vereadores.

Centenas de pessoas tiveram que deixar suas casas nas últimas horas e foram para abrigos públicos ou casa de parentes. A prefeitura distribuiu 1.034 marmitas por cada refeição nos abrigos, no dia de ontem.

ALTO PURUS APRESENTA VAZANTE

Uma alento com relação a cheia é a informação que chega do alto Purus. A reportagem do programa Radar 104 recebeu uma fotografia desta manhã em Santa Rosa, onde o Rio começou a vazar na passagem de ontem para hoje.

Na quarta-feira, moradores de Esperança, no Peru, também já haviam confirmado o início da vazante que deverá repercutir nos próximos dias também no Rio Iaco.

 

Deixe uma resposta